Como uma ferramenta de BI pode ajudar sua agência de comunicação

Já abordamos algumas vezes aqui no blog a importância do Data Driven, isto é, direcionamento por dados. No marketing e vendas, a mensuração de resultados vem sendo feita quase que integralmente com a ajuda do Business Intelligence, colocando os dados como principais atores na tomada de decisão nas agências de publicidade.

 

Isso deve-se ao fato de que o comportamento do consumidor muda com frequência e está sob influência de uma série de recursos tecnológicos, especialmente os ligados à internet.

 

Quem procura por uma solução recorre diretamente ao Google ou então faz uso das redes sociais para reunir impressões de outros usuários e clientes sobre o que está buscando.

 

Assim, fica difícil acompanhar todos os fatores que influenciam na decisão de compra do consumidor 3.0 sem o auxílio do BI.

 

 

Todas as fontes de dados integradas num único lugar

 

Um dos papéis fundamentais do Business Intelligence é reunir todos os dados pertinentes ao seu negócio num único local, facilitando a filtragem das informações que realmente importam.

 

Também é com a ajuda desta tecnologia que você confronta os dados vindos de várias fontes de modo a realizar comparações que, sob o olhar humano, nem sempre são perceptíveis.

 

Os resultados desta análise podem ser observados em dashboards de controle customizados, os quais facilitam o entendimento de cenários e tendências de marketing e vendas e favorecem a tomada de decisão nos níveis estratégico, tático e operacional.

 

 

 

O comportamento dos consumidores é a chave

 

Quem não lembra da famosa frase de Henry Ford, que dizia: “o cliente pode ter o carro da cor que quiser, contanto que seja preto”? Essa máxima foi utilizada por um longo tempo, quando o consumidor não tinha escolha e a concorrência entre empresas era praticamente nula.

 

Hoje, as opções são muitas e cabe à sua organização identificar as necessidades dos clientes e, a partir disso, oferecer soluções condizentes com a expectativa do público. Ou seja, o poder está nas mãos do consumidor.

 

Neste sentido, a análise de dados por meio do BI é a forma mais exata de identificar o comportamento do consumidor atual e extrair insights seguros para suas estratégias de marketing e vendas.

 

Por meio da mensuração de resultados neste campo, sua organização torna-se capaz de avaliar a performance do mix de produtos, idealizar promoções e melhorar as estratégias de precificação a fim aumentar a lucratividade do negócio.

 

 

A reputação da sua agência é essencial

 

Uma das fontes de informação sobre o público em geral são as redes sociais, onde as pessoas compartilham suas expectativas e frustrações junto às marcas. Encante um cliente e você terá um verdadeiro defensor da sua empresa; ignore-o e você sentirá todo o peso da capacidade de viralização das redes sociais.

 

Isso é válido tanto para a presença que sua agência marca nas redes sociais quanto na gestão da imagem dos seus clientes nestas mesmas plataformas. É crucial ouvir - e ouvir bem - o que as pessoas estão dizendo a seu respeito ou a respeito dos seus clientes.

 

Aqui, a união entre redes sociais e Business Intelligence traz um grande diferencial: você pode praticar o social listening, ou a escuta social. Trata-se de monitorar palavras-chave positivas e negativas relacionadas à uma marca para atuar de forma proativa em casos específicos, como críticas, por exemplo.

 

Desta maneira, é possível prevenir potenciais crises de imagem, manter seus clientes satisfeitos e engajados com a marca a qualquer momento.

 

 

Gerenciar a jornada do consumidor traz resultados

 

Falamos, cada vez mais, em jornada do consumidor e experiência do cliente. Proporcionar uma vivência única entre cliente e empresa é o desafio de qualquer agência, haja vista a multiplicidade de perfis de consumidores existentes.

 

Mas este desafio pode ser superado com o auxílio do BI, na medida em que você pode descobrir, cada dia mais, quais são os gostos e preferências de determinada parcela da sociedade.

 

Tome como ponto de partida os dados constantes no CRM do cliente para definir o perfil dos clientes atuais. Integre o Business Intelligence a este e outros recursos tecnológicos, como ferramentas de automação de marketing, e você terá várias fontes de dados contribuindo para a mesma causa: desvendar quem é o consumidor ideal.

 

Depois disso, você pode utilizar as informações para gerenciar a jornada do consumidor de modo que ela seja personalizada, intuitiva e de simples assimilação.

 

Quanto mais próxima uma marca está do seu público, mais efetiva ela é nas conversões de marketing e vendas.

 

 

Resultados à vista

 

A afirmação de que o marketing é subjetivo já não tem mais validade. Atualmente, podemos realizar a mensuração de resultados de marketing e vendas em tempo real, entregando aos nossos clientes valor máximo sobre o investimento feito.

 

Neste sentido, conte com uma ferramenta de BI que possa ser compartilhada com seus clientes, personalizando os relatórios de modo a mostrar a efetividade de suas campanhas.

 

Seja rápido na leitura de cenários e tendências e aja com proatividade para otimizar os recursos de seus clientes. Quanto mais valor sua agência gera para o mercado, maior será seu reconhecimento.

 

A análise eficaz de dados gera maior segurança tanto para você e sua equipe quanto para os clientes, que estão ávidos por verificarem o retorno sobre o investimento realizado em marketing. Se existe a possibilidade de mostrar a eficácia dos seus serviços em tempo real, não há o que discutir: sua agência precisa de um software de Business Intelligence o mais rápido possível!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

COMO GARANTIR A QUALIDADE DOS DADOS GERADOS NA EMPRESA?

July 30, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags