Certificado:

Rba Gestão Inteligente 2019. Todos direitos reservados.

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn RBA Gestão Inteligente
  • YouTube ícone social
  • Twitter ícone social

9 critérios para escolher a melhor solução de business intelligence

 

Aqui no blog Inteligência de Negócios, frequentemente falamos sobre o papel do Business Intelligence na gestão de empresas e a respeito da importância do BI em vários contextos específicos.

Agora que você já sabe como o Business Intelligence pode potencializar sua capacidade de gestão e impulsionar a companhia para atingir seus objetivos, pode estar se perguntando qual a melhor plataforma de BI, ou como saber detectar em uma ferramenta se ela possui o que você precisa.

 

Por isso, listamos aqui 9 critérios para escolher a melhor solução de Business Intelligence para a sua organização. São os principais pontos e características necessários para que a sua escolha seja acertada e represente uma fonte de informação relevante e adequada para os seus propósitos.

Confira:

 

1 – Facilidade de uso, interface intuitiva

 

A facilidade de uso vai determinar a curva de aprendizado necessária para se extrair o máximo possível de informações e dados úteis para o seu negócio.

 

Quando é necessário muito treinamento e conhecimentos específicos para se dominar uma ferramenta, é sinal que ela pode não ter a melhor interface, sugerindo outros problemas (inclusive de funcionalidades) que podem comprometer o desempenho deste. Nem sempre complexidade significa muitas funcionalidades e pode ser fruto apenas de um projeto mal-executado.

 

Além disso, poucos profissionais dispõem de tempo para se dedicar ao aprendizado de uma ferramenta que talvez nem venha a suprir as necessidades para as quais ela foi adquirida. Neste sentido, o melhor é optar por soluções que sejam enxutas e atendam às necessidades da sua empresa em sua totalidade.

 

A interface intuitiva permite que mais pessoas tenham acesso facilitado à informação, dispensando o trabalho de interpretação dos dados para posterior socialização. Um dashboard de controle que traga análises conclusivas e não um emaranhado de dados e estatísticas, é um grande diferencial para a tomada de decisão ágil e assertiva.

 

2 – Painel de controle eficiente

 

E por falar em dashboard, grande parte da análise dos dados fornecidos por uma ferramenta de BI pode ser acessada de forma rápida e prática através desse painel de controle. É ali que se tem as principais informações do negócio, condensadas de modo a proporcionar insights precisos a respeito do cenário em que a organização está inserida.

 

A ferramenta facilita a comparação de dados e tendências, traz informações de cunho estratégico, permite a análise de processos de maneira integrada e pode ser personalizada segundo as necessidades da equipe, focando apenas no que é realmente importante para o aprendizado organizacional.

 

É necessário que a solução de sua escolha possua um painel de controle que permita a demonstração prática de resultados, com facilidade de análise e tirada de conclusões. Se em algum momento você sentir que precisará de um controle adicional, não integrado à solução, ligue o alerta vermelho.

 

O intuito de contratar uma solução de BI é integrar todos os dados da empresa, criando uma central de inteligência. Documentos separados, como planilhas eletrônicas, por exemplo, mostram que essa solução não é ideal para sua área.

 

3 – Formatação e modelagem