Demanda hoteleira bate recorde na retomada em Setembro 2020.

Há pouco mais de um mês a retomada das atividades turísticas e também hoteleiras eram incertas sobre a expectativa da demanda e o retorno aos níveis de performance anteriores à pandemia.


Muitos estudos e predições sobre esses números foram desenhados tendo como sempre aqueles mais otimistas, que previam uma recuperação rápida para o início de 2021 e mais lenta para último trimestre de 2020. Também houveram previsões das mais pessimistas que previam retorno de performance somente em 2022 da atividade turística em relação ao período pré pandemia. Mas nenhuma delas conseguia prever o que realmente ocorreu. Recorde absoluto consolidou a demanda por vagas nos hotéis para setembro em relação à série histórica realizada por estudos de inteligência empresarial em clientes da RB.Analítica com base na venda direta das suas reservas como descrito no gráfico abaixo.


De fato a retomada superou muito a expectativa dos hoteleiros e pousadeiros que estavam bastante desanimados com o cenário desenhado nos últimos 6 meses sem faturamento algum e com a demanda por hospedagem a níveis também muito baixos, mesmo que para períodos posteriores a tão sonhada vacina que tem cronograma previsto para o primeiro mês de 2021.


Cabine feever


Eu cheguei a comentar em nosso blog e Weinars que participei sobre a chamada Febre do isolamento, ou Cabine Feever do termo em inglês que nomeia o comportamento da demanda como um estouro de boiada que após longos períodos de isolamento, tem em sua primeira reação viajar e realizar o desejo de se libertar daquele ambiente saturado pelo isolamento social.


Esse evento da Cabine Feever já foi notado em vários países como EUA durante a pandemia da gripe suína, frango dentre outras e realmente registrava números de elevação da demanda pós isolamento, mas nada disso parecia contornar a desmotivação que o hoteleiro estava com o cenário do isolamento social imposto pela pandemia do #coronavirus e sua enfermidade a #covid19. E assim, mesmo reabrindo suas portas, porque também ninguém aguentava mais ficar sem trabalhar e sem faturar, os hotéis a medida que as flexibilizações ocorreram, foram reativando suas operações e de maneira bem cautelar com mão de obra reduzida.


Em reunião com um grande cliente ouvi um clima de motivação e a visão de rever suas metas de faturamento para o último trimestre de 2020 que estavam em níveis bem pessimistas para mediano. Sim, o clima já é outro para os hoteleiros, na sua grande maioria a animação voltou e a motivação para retomada, mesmo que com ocupação e faturamento ainda longe dos índices pré-pandemia, os números da demanda já são excelentes.




E aí podemos notar uma importante relação na atividade turística e hoteleira, que a inércia comercial mesmo que analítica a um período de um mês e com grandes performance, não consolida de imediato em uma ocupação e/ou faturamento também recorde. Isso se dá pelo fato de que a hotelaria tem comercialmente sua janela de hospedagem ou Booking Window como premissa do atendimento em vendas. Toda a demanda que surgiu em setembro necessariamente não é para setembro, pelo contrário. Esse alto registro de demanda produzirá e se mantiver um povoamento do mapa de hospedagem ao longo do tempo. Portanto, há muito ainda o que analisar antes de decisões precipitadas, afinal o vírus ainda está aí e não estamos vacinados.


Migração das operadoras para a venda direta


Sim, é verdade que por se tratar de um retorno de viagens dentro de uma pandemia, as pessoas estão mais cautelosas e buscando tratar diretamente com os hotéis. Em um último release que recebemos do Google mostram que pesquisas por segurança pra viajar, protocolos e assistências para viagens cresceu acima de 3 casas em pontos percentuais em comparação aos períodos pré pandemia.


As vendas diretas estão bombando e aqueles hotéis que não conseguiram estruturar seus departamentos comerciais para atender bem e melhor para vender mais, provavelmente vão demorar um pouco mais para retomar seus índices pré-pandemia. Contudo, a retomada já está ocorrendo e a certeza de que estamos no final, pelo menos dessa etapa de nosso desenvolvimento comercial na hotelaria.


Bio-segurança


A Bio-segurança e a competência dos hotéis que a implantaram e souberam comunicar aos seus hóspedes habitues também ajudou muito a avançar esses números. Protocolos foram muitos! Vários clientes perguntando sobre qual seria o melhor caminho a traçar e os de menor custo, claro. Nesse ponto vou manifestar aqui a indignação da classe hoteleira que se preparou diante das obrigações dentro dos decretos municipais, realizou modificações nos seus processos, adquiriu equipamentos e produtos de limpeza específicos, mas que ao abrir suas portas, diversas entidades públicas e privadas envolvidas nas atividades turísticas, não tiveram obrigações no mesmo nível e muito menos o monitoramento das suas atividades dentro dos protocolos exigidos.


Reputação


É muito possível também que a gestão das avaliações públicas e online tenham influenciado essa demanda posto que nossos clientes também tratam da sua reputação de modo automático dentro de nosso sistema de #ReputaçãoOnline no ITCacau e assim com seus índices de avaliações online mais elevados e controlados que a sua concorrência, provavelmente tiveram mais êxito em contrair e também converter a super demanda nessa retomada de atividade.

Quer saber mais sobre como gerenciar de forma automática suas avaliações públicas e privadas, e ter o controle da sua reputação online? Clica aqui e pede uma demonstração, é grátis.

É claro que com a retomada, após longo período de faturamento baixo pra zero, e a disponibilidade de quartos na oferta hoteleira em alta, as diárias e as tarifas estariam em seus níveis mais baixos. Mesmo aqueles que não flutuam preços, não estavam otimistas suficiente para lançar mãos das tarifas pré pandemia. Como em todo cenário econômico de empresas que perfazem o chamado Mercado perfeito de Concorrência perfeita, característico de muita oferta concorrência e com muita força concentrada nas mãos do cliente, os preços variam em bloco, pois é o mercado que determina seus níveis.

Se você quiser saber mais sobre as características desse mercado e como ter o controle das suas tarifas no gerenciamento do seu faturamento dá um clique aqui, eu já disse que é grátis.


Viagens regionais


E por fim, as viagens se tornaram mais regionais, o receio de embarcar em aeronaves fechadas, salas de embarques, confinamento em ônibus com ar condicionados somado à desconfiança de como já foi dito acima de que nem todos os players de mercado estavam dentro das normas e protocolos mínimos exigidos pela vigilância sanitária, o mercado optou por viajar em seus próprios carros, para locais mais próximos e que geraram mais segurança para sim mesmo e seus familiares.


Dentro desse cenário, o motivo é sim de muito entusiasmo para o mercado turístico, mas com cautela precisamos aguardar o comportamento dos números da pandemia, que afinal essa é a tarefa mais fácil que todas as outras, posto que a mídia parece que não tem outra coisa pra falar, não é mesmo?


#revenuemanagement #reputacaoonline #turismo #hotelaria #gestaodefaturamento #inteligenciaempresarial #rbanalitica #itcacau







Certificado:

RB.Analítica 2020

Todos os direitos reservados

Botão-Whatsapp-300x110.png